Presidente afegão promete novo acordo com tropas estrangeiras se for reeleito

Cabul, 24 jul (EFE).- O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, assegurou hoje, em seu primeiro comício em Cabul para as eleições do dia 20 de agosto, que, se for reeleito, negociará um novo acordo com as tropas estrangeiras no país.

EFE |

"Neste novo acordo, diremos aos Estados Unidos e à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) que somos seu parceiro na luta contra o terror, mas que queremos que nossas famílias tenham certeza desta luta", disse, em alusão às vítimas fatais civis das operações contra a insurgência.

Aproximadamente 3 mil pessoas participaram do comício de Karzai, em um bairro no oeste de Kabul, no qual outro candidato às eleições presidenciais Mohammad Sayed Hashimi anunciou que retiraria sua candidatura, em apoio ao atual presidente.

Karzai, que é presidente do Afeganistão desde a queda do regime dos talibãs e a invasão americana ao país em 2001, anunciou também que convocará a tradicional Assembleia afegã (loya jirga), se for reeleito.

Mas seu discurso foi dominado por críticas à atuação das forças estrangeiras contra núcleos civis no Afeganistão, que deixa centenas de vítimas civis todos os anos.

Das 2.118 vítimas civis pelo conflito afegão contabilizadas pela missão das Nações Unidas em 2008, 828 morreram em ataques das forças afegãs e internacionais. EFE lo-ja/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG