Presidente afegão ordena reabertura do Parlamento para aprovação do Gabinete

Nova Délhi, 4 jan (EFE).- O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, ordenou hoje ao Parlamento que suspenda o recesso de inverno e continue sua atividade até que o processo de formação do novo Governo esteja completo.

EFE |

Em comunicado divulgado pela agência de notícias afegã "Pajhwok", o Palácio Presidencial informou que Karzai emitiu um decreto para impedir que a Wolesi Jirga (Assembleia Popular) feche as portas em janeiro, como estava previsto, e fazer com que conclua a votação para a aprovação dos novos ministros.

A decisão de Karzai chega depois de, no fim de semana passado, o Parlamento rejeitar 17 de seus 24 candidatos a ministros, entre eles o polêmico ex-mujahedin Ismail Khan, proposto para o Ministério de Energia.

Perante o impasse político gerado pela decisão do Parlamento, espera-se que o presidente entregue uma nova lista de candidatos ao plenário nos próximos dias.

Devido à conflituosa situação no Afeganistão, onde há 110 mil soldados estrangeiros para a luta contra a insurgência talibã e a Al Qaeda, a comunidade internacional e o próprio Karzai querem acelerar o processo para a formação do novo Governo.

Karzai teve seu mandato renovado em novembro de 2009 após um polêmico processo eleitoral, em que dezenas de milhares de votos foram cancelados por fraude. EFE amp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG