Presidência eslovena da UE indica que não convidará Dalai Lama

A Presidência eslovena da União Européia indicou neste sábado que não convidará o líder tibetano Dalai Lama a Bruxelas para se reunir com os ministros das Relações Exteriores da UE, como propôs a França.

AFP |

O ministro esloveno das Relações Exteriores, Dimitrij Rupel, assegurou a um emissário chinês em Liubliana que "a Presidência eslovena não tem a intenção de convidar o Dalai Lama para uma reunião do conselho (de ministros das Relações Exteriores da UE) em Bruxelas", segundo um comunicado da Presidência eslovena.

No entanto, a Presidência eslovena indicou nessa nota que "não estão excluídos contatos com ele (o líder tibetano) em outros níveis".

O ministro francês das Relações Exteriores, Bernard Kouchner, sugeriu no dia 1º de abril que os chefes das diplomacias dos 27 países da UE poderiam convidar o líder espiritual dos tibetanos a Bruxelas.

lt/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG