Presidência desmente que Sarkozy tenha questionado inteligência de Zapatero

Paris, 16 abr (EFE).- O Palácio do Eliseu desmentiu que o presidente francês, Nicolas Sarkozy, tenha questionado a inteligência do chefe do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, em um encontro informal com parlamentares franceses, como publicou hoje o jornal Libération.

EFE |

"O Eliseu desmente as declarações do 'Libération'", disse à Agência Efe um porta-voz da Presidência francesa, que precisou que "é a única coisa" que têm a comentar a respeito.

O jornal afirma que Sarkozy desestimou o presidente do Governo espanhol perante seus convidados, sobre quem disse em tom confidencial que "talvez não seja muito inteligente".

Também citou Zapatero para ressaltar que o governante espanhol tinha copiado a ideia de cortar a publicidade nas redes públicas de televisão, acrescenta o "Libération".

Mas o presidente do Governo espanhol não foi o único alvo das críticas de Sarkozy, que também comentou que o presidente americano, Barack Obama, é "muito inteligente e muito carismático", mas não tem experiência, porque "não levou um ministério em sua vida" e há vários assuntos sobre os quais "não tem posição".

Da chanceler alemã, Angela Merkel, disse - segundo jornal - que, "quando ela se deu conta do estado de seus bancos e de sua indústria automobilística, não teve outra opção do que se unir a minha posição", disse.

O único que elogiado por Sarkozy foi o presidente italiano, Silvio Berlusconi, a quem deu como exemplo, ao afirmar que "o importante na democracia é ser reeleito. Olhem Berlusconi, foi reeleito três vezes". EFE pi/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG