Praga, 5 jan (EFE).- A Presidência da União Européia (UE) prepara um plano para obter a trégua entre israelenses e palestinos, disse hoje em Praga o primeiro-ministro da República Tcheca, Mirek Topolanek.

"Temos um roteiro para intervir ativamente nesta questão, para que se interrompa o conflito e seja alcançada a trégua", declarou Topolanek em entrevista coletiva após uma reunião de seu gabinete.

O líder conservador tcheco abriu mão de se pronunciar sobre os detalhes deste plano, que qualificou de "segredo", limitando-se a afirmar que já falou sobre o mesmo com o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, e com a chanceler alemã, Angela Merkel.

O primeiro-ministro tcheco disse que também quer apresentar, por telefone, sua proposta a seu colega israelense, Ehud Olmert, e ao presidente americano, George W. Bush.

Por outro lado, Topolanek comemorou as tentativas do presidente da França, Nicolas Sarkozy, de agir como mediador no violento conflito, pois "cada político deve aproveitar sua experiência na atual problemática militar" do Oriente Médio.

A este respeito, o vice-presidente do Governo para Assuntos Europeus, Alexandr Vondra, reconheceu que a França tem sua própria política externa e isto é um "direito sagrado".

"Deve, no entanto, respeitar as regras do jogo comunitárias, nas quais nós presidimos", afirmou Vondra. EFE gm/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.