Presidência da UE considera arriscado afirmar que tratado pode ser salvo

A presidência eslovena da União Européia (UE) considera arriscado afirmar que os europeus conseguirão salvar o Tratado de Lisboa depois do não irlandês, destacando que a UE precisa de um pouco de reflexão e análise.

AFP |

"Seria arriscado dizer que vamos voltar a dar vida ao tratado quando estamos diante de um bloqueio", declarou o chanceler esloveno Dimitrij Rupel, ao chegar a uma reunión com os colegas europeus em Luxemburgo.

"É o momento de refletir e analisar um pouco a situação", acrescentou.

A Irlanda, único país da UE que deveria organizar um referendo para ratificar o novo tratado europeu, rejeitou o texto na quinta-feira passada por 53,4% contra 46,6% dos votos.

lt-cat-mar/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG