Presidência da UE condena comentários do presidente iraniano sobre Israel

Bruxelas, 9 mai (EFE).- A Presidência eslovena da União Européia (UE) condenou hoje nos termos mais firmes as recentes declarações do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, sobre Israel, país ao qual definiu como um rato morto que está em vias de desaparecimento.

EFE |

Os comentários "são inaceitáveis, prejudiciais e incivilizados", afirmou a Presidência da UE em comunicado.

Por isso, pediu a Ahmadinejad que coloque fim a "sua retórica hostil" contra Israel e evite qualquer tipo de ameaça contra outros países-membros da comunidade internacional.

O presidente iraniano emitiu seus comentários ontem, por ocasião dos 60 anos da criação de Israel, em reunião com deputados conservadores de seu país, e foi citado pela agência oficial iraniana "Irna".

O Irã não reconhece o Estado de Israel e é considerado o principal apoio a grupos como o palestino Hamas e o libanês Hisbolá, considerados pelos EUA e por Israel como organizações terroristas.

EFE rcf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG