Premier turco não aceita candidatura de dinamarquês ao comando da Otan

O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta sexta-feira em Londres que é pessoalmente contrário à candidatura do colega dinamarquês, Anders Fogh Rasmussen, ao cargo de secretário-geral da Otan.

AFP |

"Me oponho pessoalmente. Duvido das capacidades dele de conseguir uma paz global", declarou o premier ao ser entrevistado depois de um discurso no centro de pesquisas Chatham House de Londres.

Erdogan lembrou a polêmica das charges de Maomé, publicadas na Dinamarca em 2005, que provocou indignação no mundo muçulmano e, especialmente, a Turquia.

O primeiro-ministro turco também criticou o colega dinamarquês por não ter proibido ou não ter tentado proibir um canal de televisão curdo com sede na Dinamarca, considerado uma vitrine dos separatistas curdos.

ba/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG