O primeiro-ministro tailandês, Abhisit Vejjajiva, prometeu nesta quinta-feira dissolver a Câmara de Representantes entre 15 e 30 de setembro, abrindo caminho para eleições em meados de novembro." /

O primeiro-ministro tailandês, Abhisit Vejjajiva, prometeu nesta quinta-feira dissolver a Câmara de Representantes entre 15 e 30 de setembro, abrindo caminho para eleições em meados de novembro." /

Premier tailandês promete dissolver Câmara em setembro

O primeiro-ministro tailandês, Abhisit Vejjajiva, prometeu nesta quinta-feira dissolver a Câmara de Representantes entre 15 e 30 de setembro, abrindo caminho para eleições em meados de novembro.

AFP |

O primeiro-ministro tailandês, Abhisit Vejjajiva, prometeu nesta quinta-feira dissolver a Câmara de Representantes entre 15 e 30 de setembro, abrindo caminho para eleições em meados de novembro.

A oposição, liderada pelos "camisas vermelhas", aceitou o plano de saída da crise, que prevê a organização de eleições no dia 14 de novembro, mas ainda aguarda a data exata da dissolução da Câmara baixa para suspender sua ocupação do centro de Bangcoc.

A dissolução precisa ocorrer entre 45 e 60 dias antes das eleições. "Qualquer um pode calcular a data", disse Abhisit à imprensa.

Perguntado sobre uma possível data entre 15 e 30 de setembro, o premier respondeu afirmativamente.

A crise, deflagrada há dois meses, já deixou 27 mortos e cerca de 1 mil feridos desde o dia 10 de abril.

Os "camisas vermelhas" afirmam que Abhisit não tem legitimidade e exigem a demissão do governo.

ask/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG