Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Premier kosovar anuncia reconfiguração da presença internacional

O primeiro-ministro kosovar Hashim Thaçi anunciou nesta quinta-feira a reconfiguração da presença internacional em Kosovo, após a entrada em vigor da Constituição, prevista para 15 de junho.

AFP |

"Teremos uma reconfiguração da missão internacional de acordo com a transição (dos poderes) e o funcionamento de Kosovo como Estado soberano e independente", declarou Thaçi.

O presidente de Kosovo, Fatmir Sejdiu, confirmou que as autoridades receberam uma carta do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, sobre a reconfiguração da Missão da ONU em Kosovo (Minuk).

O projeto foi objeto de muitos protestos por parte da Rússia, que exigiu a saída do chefe alemão da Minuk, Joachim Rucker, ao denunciar projetos que qualificou de "escandalosos" de reduzir as tarefas da missão.

"Nós queremos que sejam adotadas medidas administrativas contra Joachim Rucker, incluindo que deixe o cargo", afirma um comunicado do ministério russo das Relações Exteriores.

A princípio, em 15 de junho, data prevista para a entrada em vigor da Constituição kosovar, a ONU deve transferir grande parte de sua autoridade ao governo e ao Parlamento de Kosovo. Isto não inclui a segurança, a cargo da Otan, assim com a justiça e a polícia, que corresponderão à missão européia "Eulex".

ih-mat/fp

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG