O primeiro-ministro japonês, Taro Aso, e o partido conservador no poder convocaram eleições legislativas antecipadas para 30 de agosto, anunciou Makoto Koga, diretor eleitoral do Partido Liberal Democrático (PLD).

As legislativas deveriam ser convocadas no mais tardar para outubro, mas Aso antecipou o calendário eleitoral um dia depois da derrota do PLD nas eleições municipais de Tóquio, que terminaram com a vitória do principal partido da oposição, o Partido Democrata do Japão (PDJ).

O PLD, no poder há mais de meio século (exceto um breve período de 10 meses), está em queda livre em popularidade desde a saída do popular ex-premier Junichiro Koizumi, em 2006.

Desde então, três primeiros-ministros não conseguiram frear o desinteresse do eleitorado pelo PLD, em um país afetado pela crise econômica e por dificuldades sociais.

mis-si/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.