O primeiro-ministro taiwanês Liu Chao-shiuan anunciou nesta segunda-feira que apresentou o pedido de renúncia, reconhecendo sua responsabilidade política pela maneira como enfrentou a passagem do tufão Morakot, que afetou a ilha em agosto.

"O tufão provocou a morte de mais de 700 pessoas. Alguém tem que assumir a responsabilidade política", afirmou em uma entrevista coletiva em Taipé.

cty-ph/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.