Premiê turco diz contar com apoio de líder iraquiano em ataques contra PKK

Ancara, 25 dez (EFE).- O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, disse hoje que o chefe do Governo iraquiano, Nouri al-Maliki, acredita que as operações militares turcas no norte do Iraque são um direito de Ancara em sua luta contra o terrorismo.

EFE |

"Não temos divergência com o Governo iraquiano sobre a luta conjunta contra o PKK. Maliki é uma pessoa que pensa que nossas operações são um direito na luta contra o terrorismo. Disse que o povo iraquiano também começou a pensar desta maneira", afirmou hoje Erdogan aos jornalistas.

O Parlamento de Ancara estendeu em outubro por um ano um mandato aos militares turcos para atacar as bases guerrilheiras do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no norte do país vizinho.

Durante o último ano, o Exército turco realizou mais de 30 incursões aéreas no norte do Iraque, muitos ataques de artilharia e uma operação terrestre grande contra as bases dos rebeldes no país vizinho, o que foi motivo de atritos com Bagdá.

Um acordo entre Estados Unidos e Iraque concede, a partir de 1º de janeiro, o controle do espaço aéreo iraquiano a Bagdá, por isso que, para realizar as intervenções aéreas, a Turquia deverá contar com a aprovação das autoridades iraquianas.

Maliki esteve na quarta-feira em Ancara para debater com as autoridades turcas a cooperação contra o PKK e inclusive uma proposta de Bagdá para oferecer um plano que incentive os guerrilheiros a depor as armas no norte do Iraque. EFE dt/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG