Bangcoc, 2 dez (EFE).- O primeiro-ministro da Tailândia, Somchai Wongsawat, aceitou a decisão do Tribunal Constitucional que o desabilita a desempenhar o cargo, e que dissolve três partidos da aliança que governa o país.

O vice-primeiro-ministro primeiro Chaovarat Chanweerakul assumirá as funções do chefe do Executivo. EFE grc/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.