Premiê russo sugere que ataques desta semana foram cometidos por mesmo grupo

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira que um único grupo pode estar por trás dos ataques que deixaram mais de 50 mortos e 100 feridos nesta semana em Moscou e na região do Daguestão, no norte do Cáucaso.

iG São Paulo |

"Mais um ataque terrorista foi cometido. Eu não pretendo eliminar a possibilidade de que seja a mesma gangue agindo", disse Putin em uma reunião de gabinete, de acordo com a agência Interfax.

AP
Carros danificados em explosão são vistos em Kizlyar

Carros danificados em explosão são vistos em Kizlyar


Duas mulheres-bomba detonaram as cargas explosivas em duas estações do metrô de Moscou na segunda-feira, deixando 39 mortos.

Nesta quarta-feira, duas explosões na República do Daguestão , no Cáucaso, deixaram pelo menos 12 mortos, incluindo nove policiais.

A Rússia suspeita que separatistas chechenos estão por trás do ataque em Moscou.

*Com informações da Reuters e AFP

Leia também:

Leia mais sobre Rússia

    Leia tudo sobre: rússia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG