Premiê paquistanês pede mediação dos EUA sobre Caxemira

Islamabad, 25 jun (EFE).- O primeiro-ministro paquistanês, Yousuf Raza Gillani, pediu hoje aos Estados Unidos para fazer a mediação entre Paquistão e Índia e ajudar a resolver a disputa pela Caxemira durante uma visita a Islamabad do conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, James Jones.

EFE |

De acordo com um comunicado divulgado por seu escritório, Gillani se reuniu hoje com Jones, a quem pediu que Washington e a comunidade internacional "desempenhem seu papel na resolução do assunto da Caxemira" e de outras disputas entre as duas potências nucleares.

O primeiro-ministro paquistanês defendeu que isso "ajudaria o Paquistão a se concentrar na luta contra o extremismo e o terrorismo em sua fronteira oeste" com o Afeganistão, para, assim, "garantir a paz e estabilidade na região".

Jones concluiu hoje uma visita de dois dias ao Paquistão, onde também se reuniu com o presidente, Asif Ali Zardari, e o chefe do Exército, Ashfaq Parvez Kayani, entre outros.

"Os Estados Unidos estão comprometidos com uma relação a longo prazo entre os Governos americano e paquistanês", ressaltou o conselheiro de Segurança Nacional, segundo um comunicado emitido pela embaixada americana em Islamabad.

De acordo com esta nota, Jones destacou a necessidade de continuar lutando contra o terrorismo, que "não é simplesmente um inimigo dos EUA", mas "uma ameaça direta para o povo do Paquistão".

Antes do Paquistão, o enviado de Obama tinha passado pelo Afeganistão, onde assegurou que os EUA não apoiam nenhum candidato concretamente à Presidência do país, frente às eleições de agosto.

Jones viaja hoje mesmo à Índia, último país de sua viagem pela região. EFE igb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG