Premiê japonês viaja à Itália para cúpula do G8

Tóquio, 6 jul (EFE).- O primeiro-ministro do Japão, Taro Aso, partiu hoje à Itália para participar da cúpula do Grupo dos Oito (G8, os países mais desenvolvidos e a Rússia) em LAquila, onde tentara levar a debate seus planos para combater a mudança climática e a crise com a Coreia do Norte.

EFE |

O Japão confirmou que Aso manterá encontros bilaterais com os primeiros-ministros italiano, Silvio Berlusconi, e russo, Vladimir Putin, e provavelmente manterá conversas separadamente com outros líderes, como o presidente americano, Barack Obama, informou a agência local "Kyodo".

Antes de viajar a Roma, Aso disse que é necessário discutir a situação financeira e econômica, assim como o aquecimento global, a redução de emissões e a segurança alimentar.

O Japão lembrará a importância de adotar compromissos de redução de emissões e de ratificar um compromisso que substitua o Protocolo de Kioto, algo que poderia se tornar realidade na conferência sobre a mudança climática em Copenhague, que será realizada em dezembro.

O país também levará aos debates a crise com a Coreia do Norte, que, após seu segundo teste nuclear, em 25 de maio, lançou vários mísseis, o que, segundo o Japão e seus aliados, viola as sanções do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Aso disse, antes de partir, que "é importante responder" às ameaças da Coreia do Norte, segundo a "Kyodo".

O G8 deve reafirmar sua postura comum e exigir que a Coreia do Norte abandone suas ambições armamentísticas, como pede a resolução 1.874 das Nações Unidas.

Além disso, o Japão espera que sejam obtidos avanços para lutar contra a pobreza e a fome na África, embora os compromissos adotados na cúpula do G8 de 2005, em Gleneagles (Reino Unido), tenham perdido força, devido à crise econômica.

Além disso, a delegação japonesa também considera necessário debater a situação no Irã após as eleições presidenciais e os posteriores distúrbios e protestos contra a vitória do presidente Mahmoud Ahmadinejad.

Pouco após chegar a Roma, Aso terá um encontro com o papa Bento XVI. EFE jmr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG