Premiê japonês destaca necessidade de estabilizar Paquistão

Tóquio, 16 abr (EFE).- O primeiro-ministro japonês, Taro Aso, destacou hoje diante do presidente do Paquistão, Asif Ali Zardari, a necessidade de estabilizar seu país como chave para a estabilidade de toda a região, informou a agência local Kyodo.

EFE |

Aso e Zardari se reuniram hoje, em Tóquio, um dia antes de uma conferência de doadores para o Paquistão, em troca de que esse país se comprometa a maiores reformas econômicas.

"Um desenvolvimento estável do Paquistão levará diretamente à estabilidade de toda a região" do Sudeste Asiático, disse Aso.

O Japão e o Banco Mundial (BM) organizam amanhã uma conferência de doadores para o Paquistão, com o qual o Governo japonês espera arrecadar pelo menos US$ 4 bilhões para os próximos dois anos, dos quais US$ 1 bilhão serão oferecidos pelo país anfitrião.

Nessa conferência de doadores, participarão representantes de cerca de 40 países e organismos internacionais, entre outros, Estados Unidos, China, União Europeia (UE), Arábia Saudita e Coreia do Sul.

Segundo o Ministério de Assuntos Exteriores japonês, o Japão pretende obter nesta cúpula pelo menos US$ 4 bilhões para os próximos dois anos, assim como o compromisso paquistanês para reforçar as medidas antiterroristas e maiores reformas econômicas.

O dinheiro também será destinado a reformar a economia do Paquistão, através de uma estratégia a médio prazo que ajude a reduzir a pobreza, especialmente nas regiões fronteiriças, e a melhorar o desenvolvimento dos recursos humanos, segundo o Executivo japonês. EFE psh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG