Premiê islandês expressa satisfação com empréstimo do FMI

Copenhague, 24 out (EFE) - O primeiro-ministro islandês, Geir Haarde, expressou hoje satisfação com a concessão de um empréstimo de US$ 2,1 bilhões à Islândia por parte do Fundo Monetário Internacional (FMI) que, em sua opinião, permitirá assentar uma base econômica saudável.

EFE |

"Graças ao plano, a Islândia está agora em uma melhor posição para assentar uma base financeira e econômica saudável", disse em comunicado.

O Governo islandês manifestou confiança em que o acordo com o FMI promoverá a concessão de empréstimos de "outras fontes", mas não especificou quais.

O FMI anunciou hoje a concessão de um empréstimo no valor de US$ 2,1 bilhões à Islândia e a implementação de um programa de estabilização para a economia do país, a mais afetada, até agora, pela crise mundial.

A missão do FMI que esteve negociando a semana inteira com as autoridades islandesas em Reykjavík deve submeter o acordo à aprovação da direção do Fundo em Washington, algo que o Governo islandês espera que ocorra "o mais em breve possível".

O acordo, válido por dois anos, permitirá à Islândia ter acesso à US$ 830 milhões "imediatamente após" ser aprovado.

O plano econômico estipulado com o FMI pretende restaurar a confiança na economia islandesa e estabilizar a coroa islandesa através de um programa macroeconômico, além da autonomia fiscal e implementar uma estratégia para restabelecer um sistema bancário viável. EFE alc/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG