Premiê iraquiano pede que pessoas votem nas eleições de hoje

Bagdá, 31 jan (EFE).- O primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, conclamou hoje os iraquianos a participarem das eleições que escolheram os Governos de 14 das 18 províncias do Iraque e que, até o momento, transcorrem com relativa normalidade.

EFE |

Al-Maliki fez esta chamada após votar, em um colégio eleitoral instalado para as autoridades iraquianas na fortificada "zona verde" de Bagdá, onde estão situadas as principais sedes do Governo.

O chefe do Executivo, que pediu o voto para "os melhores candidatos", descreveu o processo eleitoral como um "dia de festa e felicidade para todo o povo iraquiano e para todos os que amam o Iraque".

Al-Maliki também afirmou que os Governos provinciais que forem eleitos gozarão de amplas prerrogativas e recursos, que repercutirão positivamente na próxima etapa do país.

O canal iraquiano "Al Bagdadia" destacou a participação em massa dos eleitores sunitas, em comparação com as eleições gerais de 2005, que foram boicotados pela maioria de partidos políticos esta comunidade religiosa, o que facilitou a vitória do xiita Al-Maliki.

A votação, que começou às 7h locais (2h pelo horário de Brasília) e termina às 17h locais (12h de Brasília), foi interrompida por diversas explosões, nas províncias de Diyala e Salah ad-Din. EFE ah/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG