por interesse próprio - Mundo - iG" /

Premiê indiano pede que Paquistão combata terroristas por interesse próprio

Nova Délhi, 17 jan (EFE).- O primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, disse hoje que a Índia forneceu provas suficientes sobre o envolvimento de cidadãos paquistaneses nos atentados de Mumbai e que Islamabad deve atuar contra os grupos terroristas por seu próprio interesse.

EFE |

"O Paquistão deve trabalhar contra o Lashkar-e-Toiba (LeT) e pela desmantelação dos outros grupos terroristas por interesse próprio", disse Singh em Mumbai, durante uma cerimônia de entrega de prêmios, segundo as agências indianas "PTI" e "Ians".

Além disso, o premiê exigiu do país vizinho que garanta que atentados como o de novembro em Mumbai, no qual 179 pessoas morreram, "não voltarão a ocorrer".

"Dividimos as provas relacionadas ao ataque com o Paquistão e também com outras nações. Esperamos que o Paquistão venha com suas revelações em breve. Estas provas virão a público em poucos dias", acrescentou o chefe do Executivo indiano.

A Índia acusa o grupo caxemiriano LeT, com base no Paquistão, pelos atentados de Mumbai. Além disso, pediu ações contundentes contra os membros dessa organização, assim como o desmantelamento de sua estrutura no país.

"Se o Paquistão é sincero em palavras, deve demonstrá-lo com ações", acrescentou Singh.

"Garanto ao povo de Mumbai que faremos todo o possível para que esses ataques não voltem a se repetir no futuro", acrescentou o premiê indiano. EFE mb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG