Premiê do Zimbábue viaja aos EUA para pedir ajuda ao país

Harare, 5 jun (EFE).- O primeiro-ministro do Zimbábue, Morgan Tsvangirai, iniciará amanhã uma viagem aos Estados Unidos e vários países da Europa para obter ajuda para a reconstrução do país, informou hoje à Agência Efe seu porta-voz, James Maridadi.

EFE |

Maridadi afirmou que, na viagem, que durará três semanas, Tsvangirai espera se reunir com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama; com o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown; com a chanceler alemã, Angela Merkel, e outros governantes europeus, especialmente dos Estados escandinavos.

Esta é a primeira viagem fora da África de Tsvangirai desde que foi formado, em 13 de fevereiro, o Governo de união nacional entre seu partido, o Movimento para a Mudança Democrática (MDC), e a União Nacional Africana do Zimbábue-Frente Patriótica (Zanu-PF), do presidente, Robert Mugabe.

Com a viagem, o premiê pretende conquistar a "confiança" no Governo, segundo Maridadi, que afirmou que, desse modo, espera obter um "novo compromisso internacional" para ajudar a reconstruir o país, devastado por uma longa crise política, econômica e social.

Um funcionário da Embaixada dos Estados Unidos em Harare, que pediu para não ter a identidade revelada, disse à Agência Efe que "provavelmente" Tsvangirai se reunirá com Obama no final da próxima semana, mas acrescentou que "ainda não foi feito nenhum anúncio oficial de com quem se reunirá".

Em Washington, o primeiro-ministro zimbabuano também deve se reunir com representantes do Banco Mundial (BM), do Fundo Monetário Internacional (FMI), com congressistas americanos e com autoridades da agência americana de desenvolvimento internacional (Usaid). EFE rt/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG