Premiê do Líbano diz temer ameaças de Israel

Paris, 13 fev (EFE).- O primeiro-ministro do Líbano, Saad Hariri, manifestou sua preocupação pelas contínuas ameaças de ataque contra o país feitas pelas autoridades israelenses como forma de conter o Hisbolá.

EFE |

"Os israelenses nos ameaçam todos os dias", denunciou Hariri em entrevista publicada hoje pelo jornal francês "Libération", na qual destacou que, enquanto os libaneses falam "da iniciativa de paz árabe, eles (os israelenses) respondem com ameaças".

Em particular, o premiê libanês queixou-se das ameaçadas lançadas pelo ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak.

Hariri também reclamou do fato de os israelenses "não entenderem" que, se atacarem os redutos dos milicianos xiitas do Hisbolá no sul libanês ou na periferia sul de Beirute, eles "atacam o Líbano", como aconteceu em 2006, quando "foram destruídas 115 mil casas" que pertenciam a civis inocentes, e "não ao Hisbolá".

Em outro trecho da entrevista ao jornal francês, o premiê libanês disse que decidiu deixar para trás as diferenças com o Hisbolá.

"Agora, tentamos dialogar mais e evitar pôr em primeiro plano assuntos que nos separam sem que antes tenhamos trabalhado em uma solução comum".

Depois das eleições legislativas de junho de 2009, vencidas por Hariri e nas quais o Hisbolá também se fortaleceu, "foi importante formar um Governo de união nacional que reunisse a oposição e a maioria" para que "nos concentrássemos no que temos em comum e trabalhássemos para a estabilidade e um futuro melhor para nosso país", acrescentou o chefe do Executivo.

Hariri revelou ainda que, na viagem que fez à Síria em dezembro último, não conversou com o presidente do país, Bashar al-Assad, sobre o assassinato de seu pai, o ex-primeiro-ministro Rafik Hariri, em cuja morte Damasco estaria envolvida.

O premiê libanês ressaltou que já há um tribunal internacional para tratar do assunto e que tem certeza de que "os assassinos acabarão atrás das grades". EFE ac/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG