Premiê do Iraque vai a Mosul dirigir ofensiva contra Al Qaeda

Por Waleed Ibrahim e Wisam Mohammed BAGDÁ (Reuters) - O primeiro-ministro do Iraque, Nuri Al Maliki, embarcou nesta quarta-feira para Mosul, no norte do país, de onde coordenará uma grande ofensiva militar contra a Al Qaeda.

Reuters |

Os EUA identificam Mosul, terceira maior cidade iraquiana, como sendo último grande reduto urbano do grupo sunita no país.

A operação das forças iraquianas começou no sábado passado.

Autoridades disseram que Maliki saiu do seu avião direto para reuniões com os generais responsáveis pela operação.

A Al Qaeda se reagrupou em Mosul e arredores depois de ser expulsa de Bagdá e da província de Anbar (oeste) por forças norte-americanas e iraquianas.

Não está claro quanto tempo Maliki vai permanecer em Mosul.

No final de março, ele esteve em Basra para supervisionar uma ofensiva contra milícias xiitas no sul do país, que desencadeou combates que acabaram se espalhando para Bagdá.

No fim de semana, a oposição -- ligada às milícias do clérigo xiita Moqtada Al Sadr -- e o governo fizeram um acordo para acabar com os combates na capital, embora ainda haja conflitos eventuais.

Com relação à operação no norte do país, os militares iraquianos dizem que o objetivo é 'limpar a província (de Níneve, onde fica Mosul) de remanescentes da Al Qaeda.'

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG