COPENHAGUE (Reuters) - O primeiro-ministro dinamarquês, Lars Lokke Rasmussen, substituirá a ministra Connie Hedegaard como presidente das negociações globais sobre o clima para a sessão final da cúpula, informou a Organização das Nações Unidas (ONU) nesta quarta-feira. Com a chegada de tantos chefes de Estado e de governo chegando, é apropriado que o primeiro-ministro da Dinamarca presida, disse Hedegaard à reunião de 193 países.

"O primeiro-ministro, no entanto, me nomeou sua representante especial e, por isso, continuarei a negociar o resultado com meus colegas", afirmou a ministra.

Ela acrescentou que a medida é um procedimento normal. Hedegaard foi criticada por países africanos que consideram que ela favoreceu os nações ricas nas negociações.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.