Premiê chinês diz que país não pode ser acusado por Copenhague

PEQUIM (Reuters) - O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, rebateu neste domingo as críticas que responsabilizam a China pelo tímido resultado da conferência de Copenhague sobre o clima. Acusado de não comparecer a uma reunião chave, Wen afirmou que não foi nem convidado para tal conversa. O tom do premiê sugere que a China continuará a ser um negociador exigente sobre o tema até o novo grande encontro para chegar a um pacto climático global, no fim do ano, no México.

Reuters |

Depois do fraco acordo de Copenhague, a China foi criticada por governos ocidentais e grupos ambientalistas.

O fato de Wen não comparecer a uma importante reunião, mandando somente o seu vice-ministro de Relações Internacionais para uma mesa onde estavam líderes como o presidente Barack Obama, foi algo controverso.

Segundo, o jornal britânico Guardian, o ministro do Meio Ambiente do país acusava a China e outros países de atrapalhar os esforços por um acordo de maior profundidade para o combate do aquecimento global.

A China já acusara os britânicos de plantar a discórdia nas negociações. Na entrevista deste domingo Wen agradeceu a chance de esclarecer o ocorrido.

"Como diz o provérbio chinês, minha consciência está tranquila, apesar dos rumores e mentiras que vêm de fora", declarou o premiê.

Ele relatou como havia ouvido falar somente de forma não-oficial da reunião polêmica, durante um jantar. Após falar com a sua delegação, que também não havia sido notificada, o premiê começou a se questionar porque não e enviou o vice-ministro como forma de protesto.

"Por que a China não foi notificada dessa reunião? Até agora ninguém explicou", afirmou.

No mês passado, o representante chinês junto às negociações sobre o clima, Yu Qingtai, afirmou que as divisões que foram vistas nas discussões do ano passado para um novo tratado climático mostraram até agora poucos sinais de que podem retroceder.

(Reportagem de Benjamin Kang Lim)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG