Premiê britânico segue em alta nas pesquisas devido à gestão da crise

Londres, 16 nov (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, e o Partido Trabalhista continuam subindo nas pesquisas, graças a sua gestão da crise econômica, segundo a mais recente enquete, publicada hoje pelo jornal The Sunday Times.

EFE |

A enquete, feita pela firma YouGov, indica que o Partido Conservador de David Cameron, com apoio de 41%, tem agora uma vantagem de apenas 5 pontos percentuais sobre os trabalhistas, que conseguem 36% de respaldo, enquanto os liberal-democratas se mantêm em 14%.

Esta é a menor vantagem dos "tories" a respeito dos trabalhistas este ano, e coincide também com um aumento da popularidade de Brown devido a sua liderança na crise financeira, e às vésperas do anúncio de um corte fiscal no Reino Unido.

Brown e seu ministro da Economia, Alistair Darling, são os mais bem cotados para dirigir o país durante a crise, com 36% do apoio dos entrevistados, frente aos 25% de Cameron e de seu porta-voz de economia, George Osborne.

A popularidade pessoal de Brown também subiu 22 pontos a respeito de outubro e 41 pontos comparado a setembro, mas continua no negativo.

Cameron caiu 17 pontos desde sua pontuação máxima, mas se mantém em positivo, segundo a enquete, que foi feita pela internet com 2.080 pessoas de 13 a 14 de novembro. EFE jm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG