horrorizado e nega solução militar em Gaza - Mundo - iG" /

Premiê britânico se diz horrorizado e nega solução militar em Gaza

Londres, 29 dez (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, se declarou hoje horrorizado pela violência dos bombardeios israelenses sobre a faixa palestina de Gaza e afirmou que não há uma solução militar para esta situação.

EFE |

O chefe do Governo de Londres pediu "redobrar os esforços internacionais para assegurar que tanto Israel quanto Palestina tenham terra, direitos e segurança para viver em paz".

"Estamos horrorizados pela violência contínua em Gaza e reiteramos nossa chamada a Israel e ao Hamas em favor de um imediato cessar-fogo para prevenir que se percam mais vidas inocentes", manifestou na declaração oficial.

Na nota, acrescentou que o líder trabalhista britânico manteve negociações com o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, e com o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, para tentar encerrar a violência.

Brown também pediu que se garanta "o acesso pleno, urgente e sem impedimentos dos equipamentos médicos" à Faixa de Gaza e que se abra "um espaço humanitário que permita respirar".

Previamente, o ministro de Relações Exteriores, David Miliband, disse à emissora pública de TV "BBC" que a operação militar israelense em Gaza, que custou a vida de 350 pessoas, marca "um ponto muito perigoso e muito negro" no processo de paz no Oriente Médio.

"Estamos pagando um preço terrível pelo lento e vacilante ritmo das negociações, não só durante o último ano, mas provavelmente durante os últimos 15 anos", manifestou Miliband, que recentemente visitou a região. EFE fpb/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG