Prefeitura espanhola cria um 'CSI' para cães

Cachorros farão teste de DNA para identificar donos 'irresponsáveis'

BBC Brasil |

selo

A cidade espanhola de Hernani, no País Basco, lançou uma nova lei que já está sendo chamada "CSI Canino". A partir de agora, os cachorros terão de fazer testes de DNA e cada vez que um deles fizer cocô na rua, a polícia fará a identificação genética para encontrar o dono que não limpou a porcaria em via pública.

A lei não permite negociações. Todos os donos serão obrigados a levar os animais para fazer os testes, e terão de pagar algo entre 80 e 170 euros por eles.

Os exames genéticos feitos na Universidade do País Basco formarão a base de dados dos cães e a polícia municipal será a responsável por recolher amostras e levá-las ao laboratório.

Multas

O dono do animal que for identificado por deixar as fezes na via pública recebrá uma multa que pode variar entre 190 e 685 euros (de R$ 433 a R$ 1.561), dependendo da quantidade de fezes encontrada, do número de ocorrências e do local do incidente.

Recusar-se a obedecer a lei também tem preço. Se alguém for pego, ou denunciado por outro cidadão, com um cão que não tenha feito exame de DNA, pagará multa de 685 euros (R$ 1.561).

Entre as medidas que regulamentam a nova lei está também um curso para os guardas municipais sobre como recolher adequadamente a amostra.

Protesto

A prefeitura já sabe que a nova lei não agrada a todos. Assim que a medida foi anunciada, centenas de donos de cães de Hernani criaram um grupo de protesto através da internet.

Com mais de 600 membros, o grupo “Não ao DNA” fez uma manifestação pública em frente à Prefeitura na quarta-feira passada, e promete mais mobilizações.

A cidade vizinha de Zarautz decidiu não seguir o exemplo, mas também modificou a lei sobre posse de animais, criando um "censo de fezes caninas".

Cada excremento encontrado em via pública fica marcado com uma bandeirinha vermelha. Desta forma, o município pretende fazer um mapeamento dos locais e acredita que os donos serão identificados mais facilmente.

    Leia tudo sobre: cachorroCSIEspanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG