São Paulo, 13 abr (EFE).- A Prefeitura de São Paulo e o grupo Renault-Nissan assinaram hoje um acordo para promover o uso de veículos elétricos na cidade a fim de reduzir o impacto ambiental das emissões de monóxido de carbono.

O Memorando de Intenções assinado pelo prefeito Gilberto Kassab e o presidente da Renault-Nissan, Carlos Ghosn, "pretende criar oportunidades e ações para o uso de veículos elétricos na cidade e reduzir a poluição", afirmou um comunicado divulgado pela empresa.

"A preservação do meio ambiente e o melhoramento da qualidade de vida" são o propósito da iniciativa, que buscará identificar "oportunidades e investimentos" necessários para possibilitar o uso de veículos elétricos em São Paulo.

Sem tanques de abastecimento de combustível e sem escape, os veículos elétricos permitem também uma redução da contaminação sonora das grandes cidades.

Com a assinatura do acordo será criado um grupo de trabalho que estudará a viabilidade de implementação do projeto. "O estabelecimento desta aliança é mais um passo no sentido de mitigar a s emissões", declarou o secretário do Meio Ambiente de São Paulo, Eduardo Jorge.

Entre os pontos que serão analisados pelo grupo estão a implementação e manutenção de uma rede de recarga, incentivos para facilitar a adoção de automóveis e campanhas educativas sobre as vantagens de seu uso.

"A Aliança Renault-Nissan já assinou acordos semelhantes com mais de 50 Governos nacionais, locais e organizações no mundo todo, mas este é o primeiro na América do Sul", destacou Ghosn. EFE wgm/pb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.