Prefeitura de Jerusalém aprova novas construções no setor oriental

A prefeitura de Jerusalém autorizou a construção de quatro prédios para colonos judeus na parte oriental ocupada e anexada da cidade, segundo anunciou nesta terça-feira um porta-voz.

AFP |

Os palestinos reagiram imediatamente à autorização e afirmaram que a mesma coloca em perigo os esforços pela retomada da paz na região.

"Este projeto de construção é um desafio à comunidade internacional e aos esforços árabes e internacionais que tentam salvar o processo de paz", declarou à AFP, Nabil Abu Rudeina, porta-voz do presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas.

Cerca de 200.000 israelenses estão instalados em bairros judeus implantados em Jerusalém Oriental, a parte árabe da cidade, onde também vivem 270.000 palestinos, desde que esta foi anexada por Israel em 1967.

Esta anexação não foi reconhecida pela comunidade internacional. Os palestinos querem que esta parte da cidade seja a capital do Estado que aspiram.

Pressionado por Washington, o gabinete do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu aprovou uma moratória de 10 meses para a construção nas colônias da Cisjordânia, onde estão instalados 300.000 israelenses.

Esta medida visa a incentivar o presidente Abbas a retomar as negociações suspensas depois que Israel atacou o território de Gaza há um ano.

A moratória, no entanto, não inclui Jeresusalém Oriental.

ChW/gk/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG