Prefeitos separatistas da Bolívia suspendem diálogo com Morales

Quatro prefeitos da oposição suspenderam nesta quarta-feira um diálogo com o presidente Evo Morales que visa a resolver a crise política na Bolívia, depois da prisão de um dirigente civil rebelde, anunciou o prefeito de Tarija, Mario Cossío.

AFP |

"Tomamos a decisão de suspender temporariamente nossa participação nas mesas de trabalho até que o governo nacional reconduza sua atuação nesse caso", afirmou Cossío, que deixou claro que o diálogo não foi rompido.

Além disso, pediu aos observadores internacionais da Unasul, OEA, ONU e União Européia que acompanhem o processo para "salvar o diálogo".

Os prefeitos de Santa Cruz, Beni, Chuquisaca e Tarija reclamaram contra a prisão do dirigente civil do Chaco boliviano, José Vaca, pela polícia boliviana, acusado de incentivar a explosão de um duto de exportação de gás para o Brasil, há três semanas, durante os protestos regionais contra Morales.

jac/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG