Os prefeitos das regiões rebeldes de Santa Cruz, Tarija, Beni e Pando anunciaram que não vão participar do diálogo político convocado para hoje pelo presidente Evo Morales para tratar da crise boliviana, enquanto não houver condições para um grande acordo nacional.

Os prefeitos Rubén Costas (Santa Cruz), Ernesto Suárez (Beni), Leopoldo Fernández (Pando) e Mario Cossío (Tarija) emitiram um comunicado na cidade de Santa Cruz (leste), pouco antes da hora combinada para um encontro em La Paz entre os nove prefeitos da Bolívia e representantes do governo central na presença de observadores da OEA, Organização dos Estados Americanos, Argentina, Brasil e Colômbia.

jac/rb/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.