Prefeito quer fechar cidade tóxica na Rússia, diz jornal

A cidade de Chapayevsk, na Rússia, está tão contaminada que o seu prefeito defende que a melhor forma de resolver os problemas de saúde decorrentes disso é simplesmente abandona-la, segundo uma reportagem publicada neste domingo por The Independent on Sunday.

BBC Brasil |

O semanário britânico afirma que 96% das crianças de Chapayevsc têm problemas de saúde, provocados por anos e anos de contaminação do ar, do solo e do lençol freático da região.

Durante décadas, a cidade russa abrigou várias indústrias de produtos usados na fabricação de armas químicas como o gás mostarda, minas terrestres e bombas convencionais.

Hoje, as instalações foram convertidas para a produção de herbicidas, mas a poluição liberada ao longo dos anos não deve desaparecer tão cedo.

Por isso, segundo a reportagem do Independent, abandonar a cidade de 70 mil habitantes seria "a solução ideal" para Nikolai Malakhov, o prefeito da cidade.

O Independent on Sunday cita um estudo americano de 2005 que afirma que não apenas o ar de Chapayevsc é perigoso para a saúde, mas frutas, legumes e verduras produzidos na região também.

Nem a carne dos animais criados na área estaria a salvo da contaminação.

Doença
O jornal cita ainda estatísticas que dão conta de uma incidência de casos fatais de câncer de garganta, fígado e rins três vezes maior do que a das cidades vizinhas, além de diversas anomalias sexuais entre adolescentes.

Para completar o sombrio quadro de Chapayevsk, o fechamento de diversas das fábricas que contaminaram a região teria levado a uma alta taxa de desemprego e um conseqüente aumento no uso de heroína, "o que está contribuindo para o início de uma epidemia de HIV".

Ainda assim, a reportagem do semanário britânico ressalta que Chapayevsk, que registrou um índice de poluição de 7,8 em 2007, está longe de ser a cidade mais poluída da Rússia.

"Para entrar na liga das cidades mais sujas, (o índice) teria que marcar 14", afirmou um representante do serviço de monitoramento ambiental da Rússia citado pelo jornal britânico.

Leia mais sobre a os problemas tóxicos da Rússia

    Leia tudo sobre: bbcrússia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG