Sobe para 14 número de prefeitos assassinados no México desde 2010

O prefeito do município mexicano de Zaragoza, Saúl Vara Rivera, foi encontrado morto nesta sexta-feira com marcas de bala na cabeça, numa rodovia no estado de Nuevo León (norte do México), informou um porta-voz do Conselho de Segurança estadual.

Com a morte de Rivera, sobe para 14 o número de prefeitos assassinados no México desde 2010.

O paradeiro do político era investigado pela promotoria do estado de Coahuila (ao qual pertence o município de Zaragoza) depois de a família tê-lo registrado como desaparecido há três dias.

O funcionário Pablo Gamez, da área de comunicação do Conselho, disse que o corpo foi identificado por um documento que estava na roupa da vítima. A família de Rivera informou que ele se dirigia a Saltillo (Coahuila) para um evento político.

Em 2010, 13 prefeitos mexicanos foram assassinados supostamente por membros do crime organizado vinculado ao narcotráfico no México, alguns após terem sido sequestrados. Outro morreu de infarto após sofrer uma emboscada na estrada por parte de um grupo de homens armados, no estado de Durango.

Diante desses crimes, as autoridades mexicanas recomendaram que os prefeitos usem veículos blindados e que contratem guarda-costas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.