Prefeito mexicano é assassinado por pistoleiros

Rodríguez Salinas é o quarto prefeito executado em pouco mais de um mês no México

EFE |

Um grupo de pistoleiros assassinou o prefeito do município mexicano de Doctor González (no estado de Nuevo León, norte do país), Prisciliano Rodríguez Salinas, informaram fontes policiais.

Os primeiros relatórios da Polícia ministerial destacaram que o prefeito chegou durante a tarde em um veículo a seu domicílio, onde era esperado por criminosos, que os receberam com tiros de metralhadoras.

Rodríguez Salinas é o quarto prefeito executado em pouco mais de um mês no México, o segundo em Nuevo León, supostamente vítima do crime organizado.

O município de Doctor González, que fica a cerca de 40 quilômetros da capital estadual, Monterrey, está próximo do município de General Treviño, onde recentemente aconteceram vários enfrentamentos entre o Exército e as organizações criminosas.

Nuevo León, fronteiriço com EUA, é palco desde o início de ano de enfrentamentos entre os cartéis criminosos do Golfo e de Los Zetas, em conflito que causou mais de 500 mortes.

Durante a atual Administração, que chegou ao poder em dezembro de 2006, o México acumula mais de 28 mil mortes atribuídas ao crime organizado, cujas diferentes facções se enfrentam pelo domínio do território.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG