A vítima, Antonio Jiménez, ia assumir em 1º de janeiro a prefeitura de Mártires de Tacubaya, no estado de Oaxaca, no sul do país

O prefeito eleito de um pequeno município foi assassinado nesta sexta-feira no sul do México, onde outros 11 legisladores foram mortos no correr do ano, informaram as autoridades policiais.

A vítima, Antonio Jiménez, ia assumir em 1º de janeiro a prefeitura de Mártires de Tacubaya, no estado de Oaxaca (sul).

Jiménez, 47 anos e morto com um tiro na cabeça e no peito, era professe em julho passado foi eleito pelo PRI (Partido Revolucionário Institucional).

A polícia ainda desconhece a identidade do assassino.

Além de Jiménez, 11 prefeitos foram assassinados no correr do ano em México, a maioria em mortes atribuídas ao crime organizado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.