Prefeito de N.York quer eliminar tráfego em trechos da Brodway

Nova York, 26 fev (EFE).- O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, apresentou hoje um conjunto de medidas com as quais será eliminado temporariamente o tráfego em vários trechos da avenida Broadway, inclusive o que passa por Times Square, para que sejam de uso dos pedestres.

EFE |

Este programa-piloto, para o qual foi previsto um investimento de US$ 1,5 milhão, será implementado em maio e se prolongará até finais do ano.

"Vamos observar muito de perto os resultados para determinar se o programa funciona e se deveria ser prolongado além da fase de teste", afirmou o prefeito.

A Prefeitura eliminará a circulação de veículos nessa avenida nova-iorquina entre as ruas 42 e 47, o que inclui a Times Square, e também no lance compreendido entre as ruas 33 e 35, em uma área na qual ficam as lojas de departamento Macy's e de outras grifes.

Os automóveis poderão continuar circulando de leste a oeste nos dois segmentos incluídos no programa-piloto, e a Prefeitura prevê que a eliminação do tráfego na Broadway, que atravessa diagonalmente a ilha de Manhattan, melhorará a circulação nessas ruas.

As autoridades consideram que, com as restrições, melhorará a circulação em outras avenidas próximas que cruzam com a Broadway e que atravessam a ilha de norte a sul, o que também deve causar mudanças no transporte público de ônibus.

Nos trechos bloqueados ao tráfego de veículos serão criados espaços públicos para que o pedestre descanse, além de outros atrativos, o que deve repercutir de forma positiva na atividade das lojas nas duas regiões.

Pelas duas praças populares incluídas no plano-piloto transitam diariamente 75 mil passageiros em ônibus, e suas estações de metrô registram mais de 300 mil viagens diárias, enquanto calcula-se que 356 mil pedestres percorram a Times Square todos os dias. EFE vm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG