NOVA YORK (Reuters) - A cidade de Nova York já confirmou 45 casos ou suspeitas de gripe suína e este número deve aumentar com a realização de testes em mais de 100 estudantes doentes, disse o prefeito, Michael Bloomberg, nesta segunda-feira. O surto de gripe suína parece estar contido em uma escola de ensino médio em um bairro do Queens, afirmou ele.

"Acreditamos que há provavelmente mais de 100 casos de gripe suína na escola e testes laboratoriais estão confirmando o que suspeitávamos", afirmou Bloomberg em coletiva de imprensa.

A cidade de Nova York confirmou oito casos no domingo, quando autoridades disseram que o número deveria aumentar. Nesta segunda-feira, foram confirmados 28 casos e outros 17 estão sob suspeita.

"Isto não é, de maneira alguma, uma indicação de mudança no tamanho da população afetada", disse Bloomberg.

O vírus já matou 103 pessoas no México e se espalhou para os Estados Unidos, Canadá e Europa.

Enquanto, até agora, apenas uma pessoa morreu fora do México, o vírus provou que pode se espalhar rapidamente entre humanos, aumentando temores de que o mundo possa estar enfrentando uma pandemia já antecipada por cientistas.

(Reportagem de Michelle Nichols)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.