Xangai (China), 11 jun (EFE).- O prefeito Ray Nagin, de Nova Orleans, no estado americano da Louisiana, deixou a quarentena à qual estava submetido na China por suspeita de gripe suína e voou na noite desta quarta-feira (local) para a Austrália, confirmou à Agência Efe hoje o consulado geral americano em Xangai.

O prefeito pôde deixar o país após uma quarentena de apenas três dias, em vez de sete, como vem sendo normal na China nos últimos meses para prevenir o contágio da gripe.

O consulado americano não informou se houve algum tipo de exceção diplomática nesse caso.

Nagin, sua esposa, Seletha, e um de seus guardas de segurança deixaram a quarentena ao mesmo tempo, sem sintomas, e tomaram um avião de Xangai a Sydney, onde Nagin espera continuar sua viagem oficial pela região.

O prefeito se encontrava em uma viagem oficial de 10 dias à China para estabelecer laços econômicos com o país asiático, e agora continuará sua agenda prevista na Austrália, onde deve discursar sobre a mudança climática e a construção de prédios mais sustentáveis e respeitosos com o meio ambiente.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE jad/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.