Prefeito colombiano é detido por vínculos com paramilitares

Bogotá, 12 out (EFE).- A Polícia colombiana deteve o prefeito de Aguazul, no nordeste do país, por supostos vínculos com grupos paramilitares, informaram hoje fontes judiciais de Bogotá.

EFE |

O prefeito José Mauricio Jiménez Pérez foi detido ontem na cidade de Villavicencio, aonde havia ido a passeio.

A detenção de Jiménez foi ordenada pela Promotoria em meio a uma grande investigação sobre crimes ligados a paramilitares no departamento (estado) de Casanare, onde fica Aguazul.

Jiménez é acusado de supostos vínculos com as Autodefesas Camponesas do Casanare (ACC), grupo paramilitar quase extinto e liderado por Martín Llanos, que se afastou do processo de paz do Governo com a organização Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC).

As AUC se dissolveram em meados de 2006 após o desarmamento de mais de 31 mil paramilitares. EFE jgh/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG