Prefeito boliviano opositor elogia conselhos de Lula a Evo Morales

O prefeito opositor da região de Santa Cruz, Rubén Costas, aplaudiu as recomendações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a seu colega Evo Morales para que governe a Bolívia para todos e sem distinções, destacou neste sábado a imprensa local.

AFP |

Costas, que lidera a região mais rica da Bolívia, afirmou que a reunião da véspera entre os dois presidentes na fronteira binacional foi usada por La Paz como "um show político", a menos de 10 dias de um referenod para votar a nova Consrtituição patrocinada pelo governo.

"Quiseram usar esse encontro como um show político e, como se diz, o tiro saiu pela culatra", afirmou Costas, ao recordar que o presidente brasileiro recomendou ao boliviano que governo para todos, sem distinção de classes sociais ou raciais.

"Aí se vê a dimensão de um estadista internacional, de um homem muito equilibrado", afirmou Costas, que questiona o chefe de Estado boliviano, de origem aymara, por sua política com forte tendência estatizante e indígena.

Na véspera, Morales agradeceu às sugestões de Lula.

"Lia um jornal sobre a declaração do companheiro Lula, que me recomenda governar para todos (...) Governamos para todos. Mas ontem, sobretudo, o companheiro Lula ressaltou (que se deve) atender a demanda dos pobres", afirmou Morales, durante ato público na cidade de El Alto, próxima de La Paz.

Lula fez essas recomendações na quinta-feira, no povoado fronteiriço de Arroyo Concepción, onde ambos os presidentes inauguraram duas estradas no lado boliviano, que fazem parte da via bioceânica.

No encontro, Lula sugeriu a Morales que tenha paciência, que não brigue com os meios de comunicação, que não caia em confrontação com a direita e que governe para todos os bolivianos.

O presidente boliviano admitiu que, embora tenha de suportar "provocações e humilhações" da imprensa, que ele considera opositora, entende a necessidade de governar com paciência.

"Agüentemos com muita paciência", disse Morales à multidão.

jac/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG