Cabul, 22 mar (EFE).- Tropas afegãs e americanas mataram pelo menos cinco supostos terroristas numa operação conjunta hoje no norte do Afeganistão, informou o comando local do Exército dos Estados Unidos, embora um prefeito tenha acusado os soldados de, na verdade, terem matado vários de seus funcionários.

As tropas atacaram um prédio na região de Kunduz, perto da fronteira com o Tadjiquistão, onde mataram cinco supostos terroristas, prenderam outros quatro e apreenderam diversos fuzis AK-47 e coletes à prova de balas.

Porém, a versão foi desmentida pelo prefeito da localidade de Imam Sahib, Abdul Emanam, que, por telefone, disse à Agência Efe que as tropas americanas atacaram sua casa e mataram seus dois guarda-costas, um motorista, um empregado e um parente.

Emanam, nomeado pelo Governo afegão, integrou as filas dos mujahedins durante a invasão soviética do Afeganistão. Mas atulmente diz não ter nenhum tipo de relação com os talibãs nem com os demais insurgentes afegãos. EFE nh/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.