Preço do petróleo voltará a subir, diz agência de energia

O período recente de petróleo barato chegou ao fim, e os preços podem subir em breve para a faixa dos US$ 100 o barril, segundo a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês). Em seu relatório anual, a agência diz que os preços podem chegar a US$ 200 o barril até 2030.

BBC Brasil |

O risco imediato ao fornecimento do produto, segundo o órgão, não se deve à falta de reservas naturais, mas sim à falta de investimento em várias áreas.

Segundo o relatório, ainda há petróleo suficiente para abastecer o mundo por mais de 40 anos nas atuais taxas de consumo.

Mas a queda no nível de produção está se acelerando em cada campo de exploração, e mais dinheiro precisa ser investido em pesquisa e desenvolvimento para extrair o petróleo existente.

Custos
Os autores do documento prevêem que serão necessários investimentos da ordem de US$ 26 trilhões até 2030 em infra-estrutura de energia.

Uma parte significativa desse montante - US$ 8,4 trilhões - deverão ser gastos na exploração e desenvolvimento de petróleo e gás.

Em um cenário considerado pela IEA, a China e a Índia serão responsáveis por mais da metade da demanda mundial de energia primária entre 2006 e 2030 e por grande parte do aumento da demanda mundial de petróleo.

Mas apesar da avaliação relativamente positiva em relação às reservas de petróleo e gás, o relatório alerta para as conseqüências da contínua dependência de combustíveis fósseis.

Segundo a IEA, as conseqüências da falta de ação em descarbonizar a economia mundial são "chocantes".

"Há uma necessidade urgente de uma ação coordenada para conter o aumento de emissões de gás de efeito estufa e o aumento nas temperaturas globais", diz o documento.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG