O preço do petróleo registrou uma pequena queda depois que a Arábia Saudita anunciou o aumento na produção no domingo. No início do pregão em mercados internacionais o preço do petróleo caiu apenas um dólar, para US$ 133 o barril, para entrega em julho.

A medida causou menos impacto ainda no petróleo para entrega em agosto.

A notícia do aumento da produção de petróleo na Arábia Saudita foi dada pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que se reuniu com líderes sauditas em Jeddah.

Os líderes sauditas concordaram em produzir um adicional de 200 mil barris por dia - cera de 2% da atual produção - a partir de julho.

Clientes
O secretário-geral da ONU afirmou que a decisão saudita para aumentar a produção de petróleo teria sido tomada depois de pedidos de países consumidores.

Mas é provável que o aumento na produção do produto englobe apenas o chamado petróleo pesado, segundo o correspondente de economia da BBC Andrew Walker.

As refinarias especializadas capazes de transformar este tipo de petróleo em gasolina e diesel tem limitações para aumentar sua capacidade.

E, de qualquer forma, é mais caro processar o petróleo cru pesado.

De acordo com Walker, o que deve afetar mais o preço do petróleo é uma redução na demanda. Foram observados alguns sinais de queda na demanda em países ricos, pois os motoristas estão tentando economizar.

Mas as economias da Ásia, em rápida expansão e com alta demanda por petróleo, devem manter os preços do produto altos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.