Powell diz que Obama escutará Coréia do Sul em políticas para Coréia do Norte

Seul, 7 nov (EFE).- O ex-secretário de Estado americano Colin Powell afirmou hoje em Seul que a Presidência de Barack Obama escutará a Coréia do Sul em suas políticas para a Coréia do Norte e outros assuntos, informou a agência Yonhap.

EFE |

"O presidente eleito, Barack Obama, escutará o que vocês pensam.

Ele deseja escutar vossos objetivos", declarou Powell em uma conferência durante sua visita de um dia à Coréia do Sul.

O ex-secretário de estado disse se sentir confiante em que Obama enviará mensagens às nações com as quais os EUA desejam trabalhar, especialmente a Coréia do Sul, com quem deseja manter "um diálogo aberto, honesto e realista".

Segundo Powell, o acordo de livre-comércio negociado entre EUA e Coréia do Sul será um dos assuntos mais espinhosos com o qual Obama deverá lidar em seus primeiros dias de mandato.

Embora ele apóie o acordo comercial assinado pelos dois países, mas ainda não ratificado pelos respectivos poderes legislativos, Powell afirmou que Obama talvez não seja partidário do pacto.

"Obama disse estar preocupado com o acordo com a Coréia do Sul e deseja voltar a analisá-lo, particularmente no setor dos automóveis", declarou.

No entanto, Powell se mostrou otimista. "Acredito que uma vez que assuma a Presidência e comece a trabalhar com a Coréia do Sul neste assunto consideraremos tudo o que Coréia do Sul diz sobre o assunto.

Além disso, confio também que ele (Obama) fará o mesmo", concluiu.

EFE fab/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG