Povos indígenas do planeta realizam sua primeira reunião sobre mudança climática

Os povos indígenas do planeta, desde os Inuits do Canadá aos Dayac de Bornéu, particularmente afetados pelo aquecimento global, realizam esta semana sua primeira reunião de cúpula na conferência da ONU sobre o clima em dezembro.

AFP |

A Cúpula Mundial dos Povos Indígenas sobre a Mudança Climática, patrocinada pela Universidade das Nações Unidas (UNU), reúne esta semana em Anchorage, Alasca, 400 indígenas e observadores de 80 países, incluindo o presidente da Bolívia, Evo Morales.

O encontro, que também terá a presença de Miguel Brockman, presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, será encerrado no dia 24 de abril com uma declaração oficial.

"Os povos indígenas são os menos responsáveis dos problemas do planeta causados pela mudança climática, mas serão com certeza os que mais sofrerão as consequências", explicou Patricia Cochran, presidente da Conferência Circumpolar Inuit (CIC), que também organiza o evento.

O objetivo da reunião é apresentar uma frente comum na conferência da ONU sobre o aquecimento global que acontecerá em dezembro em Copenhague, onde os países tentarão acordar um novo protocolo posterior a Kyoto.

js/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG