Povo hondurenho é convacado para receber Zelaya na sexta-feira

Tegucigalpa, 20 jul (EFE).- Organizações sociais convocaram hoje o povo de Honduras para uma apoteótica recepção ao presidente deposto Manuel Zelaya, que, disseram, voltará ao país na sexta-feira, dia 24.

EFE |

Em comunicado divulgado hoje, a Frente Nacional contra o Golpe de Estado, integrada por organizações sociais e membros do Partido Liberal, informou que Zelaya aceitou o prazo de 72 horas estabelecido pelo presidente costarriquenho e mediador no conflito, Óscar Arias, depois que terminou sem sucesso a segunda rodada de diálogo entre as partes.

"Com o propósito de dar uma apoteótica recepção a nosso presidente constitucional, todo o povo hondurenho está convocado a estar preparado e organizado para esse dia, no qual uma grande marcha irá ao encontro (de Zelaya), no lugar e na hora que ele indicará em breve".

O comunicado é assinado pelos ex-candidatos a deputado pelo governista Partido Liberal Carlos Eduardo Reina e Rasel Tomé.

Outros signatários da convocação é Juan Barahona, secretário-geral da Confederação Unitária de Trabalhadores de Honduras (CUTH), e Carlos Reyes, líder do Bloco Popular. EFE lb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG