Pouca participação marca início de referendo no Equador

Quito, 28 set (EFE).- A votação no referendo constitucional do Equador começou hoje com certo atraso na abertura de algumas seções eleitorais e com pouca participação na primeira hora, segundo a imprensa local.

EFE |

A emissora "Teleamazonas" informou que em vários colégios eleitorais de Quito as mesas de votação não puderam ser preparadas a tempo pela falta de membros designados para integrá-las.

Um dos coordenadores da votação disse a esse canal que a falta de eleitores também originou o atraso.

Segundo ele, os militares que custodiam as mesas eleitorais podem, inclusive, selecionar pessoas que vão votar para integrar uma determinada mesa desfalcada de pessoal.

O coordenador ressaltou, porém, que estas ausências também aconteceram no início de pleitos anteriores e que, por isso, a situação deve se corrigir ao longo do dia.

A imprensa destacou também a pouca afluência de eleitores na primeira hora, situação que também ocorreu no passado, pois a maioria das pessoas prefere ir às urnas ao meio-dia e à tarde. EFE fá/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG