Pouca participação e oposição ausente em pleito egípcio

Quase todos os candidatos são militantes do Partido Nacional Democrático

EFE |

O segundo turno do pleito legislativo egípcio transcorre com pouca participação e poucas opções de voto, já que quase todos os candidatos são militantes do governante Partido Nacional Democrático (PND).

Depois de que os dois principais grupos opositores, o movimento islâmico Irmãos Muçulmanos e o liberal Wafd se retirassem das eleições pelas irregularidades cometidas no primeiro turno, em muitas circunscrições só concorrem aspirantes do PND.

"Os Irmãos e o Wafd se retiraram, mas teria sido melhor se tivessem continuado porque serviam ao povo", disse à Agência Efe o egípcio Yasser Ahmed. Observadores independentes e ONG disseram que o primeiro turno foi fraudulento e não teve transparência, uma denúncia que foi ratificada pelos Irmãos Muçulmanos e o Wafd ao justificar sua retirada da prova eleitoral.

    Leia tudo sobre: eleições egípcias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG